Av. 15 de Novembro, 418
Jaboticabal - SP
atendimento@alinepoliti.com.br
agende uma consulta

blog

Dúvidas que ainda existem com relação ao trabalho do Psicólogo Clínico

Conheça o verdadeiro lado de uma profissão séria e importante para a sociedade.
20/09/2017

O conceito de que psicólogo “é para louco” tem mudado muito, mas ainda existem dúvidas sobre o porquê procurar um se está tudo bem. Muitos quando chegam para a primeira sessão, não sabem o que tem para contar. Mas nós, enquanto seres humanos que vivemos sob constantes mudanças, sempre temos algo que não vai bem, que nos desagrada, que gostaríamos que fosse diferente, ou ainda, que já tentamos mas não conseguimos mudar ou alcançar.

Então, por que procurar um psicólogo? O psicólogo é um profissional capacitado, que levando em consideração: a individualidade de cada um e o meio a que pertence, baseando-se em uma determinada abordagem teórica, busca ajudar os indivíduos a reescrever sua história, resgatando a possibilidade de serem protagonistas de sua própria vida.     

Existem diversos motivos para uma pessoa buscar o auxílio de um psicólogo clínico, que podem ser: problemas emergenciais bem focalizados, dificuldades existenciais, auxilio, orientação e esclarecimentos, ou ainda pela busca de autoconhecimento. Há ainda aqueles que buscam um psicólogo para orientação vocacional/profissional, outros por motivos de encaminhamentos de outro profissional da área da saúde, para o tratamento de uma situação especifica como: ansiedade, estresse, depressão, transtornos, etc.   

O psicólogo atua em diversas áreas, não só na clínica em psicoterapia. A atuação se estende a psicólogo hospitalar, educacional, em recursos humanos, desportivos, psicopedagogos, no âmbito jurídico, do transito, nas prisões, em situações emergenciais e traumáticas, dentre outras.

O psicólogo em psicoterapia irá proporcionar um momento para que o indivíduo cuide e ouça a si mesmo, o que, muitas vezes na correria do dia a dia, não há tempo para ser feito. Mas se me abro com amigos, por que tenho que procurar um psicólogo? Os amigos, são muito importantes nas nossas vidas; é com eles que conversamos, desabafamos, procuramos colo e os buscamos nos momentos mais difíceis. Porém, o psicólogo possui uma escuta diferenciada, que sem julgamentos, através de técnicas terapêuticas  devolve ao paciente aquilo que ele próprio trás para que seja reconstruído da melhor forma que se configurar para ele.

E se o paciente chegar no consultório e o psicólogo verificar a hipótese de depressão, que tipo de medicamento ele pode receitar? Primeiramente, o psicólogo não é um profissional habilitado, autorizado e capacitado a prescrever qualquer tipo de medicamento. Caso seja identificado a necessidade de associar ao trabalho psicológico, o uso de medicamentos, o psicólogo fará um encaminhamento desse paciente a um médico psiquiatra ou outro especialista que se fizer necessário. O psicólogo NÃO receita medicamentos. Em casos de hipóteses diagnósticas, como no caso da depressão, deve-se verificar a intensidade da depressão e encaminhar a um psiquiatra, até mesmo para fechar o diagnóstico.

Enquanto psicólogos devemos conhecer os medicamentos, saber como agem no organismo das pessoas, efeitos colaterais que podem proporcionar, até mesmo para conhecer o que seu paciente está tomando. É importante ainda, saber que existem diagnósticos que se fazem necessários o uso de medicamentos, para segurança e bem estar da pessoa que faz seu uso e daqueles que estão a sua volta. Por isso, o trabalho interdisciplinar entre o psicólogo e o médico que acompanha o paciente, muitas vezes se torna necessário para melhor eficácia de ambos tratamentos.  
O psicólogo pode proporcionar benefícios, que podem demandar algum tempo, para serem observados pelo paciente. Vale ressaltar ainda, que o seu trabalho, é um processo que pede o envolvimento e empenho do paciente, que tem que estar disposto, disponível e ativo durante tratamento.

Ficou com alguma dúvida?
Deixe sua pergunta que respondo já para você: