Av. 15 de Novembro, 418
Jaboticabal - SP
atendimento@alinepoliti.com.br
agende uma consulta

blog

Aprenda a dizer não

As consequência de ser assertivo e dizer NÃO para buscar o que se quer
21/09/2017

“Se quer dizer “não”, por que dizer “sim”?” – Algumas pessoas têm dificuldade de expressar aquilo que realmente querem. Há algumas que concordam quando queriam descordar, aceitam quando gostariam de negar. Quando você não é coerente com seus valores e desejos, você está enganando aos outros e a si mesmo, podendo até se confundir com aquilo que realmente quer ou não.

Às vezes a dificuldade que uma pessoa tem de expor sua opinião, pode gerar consequências não desejadas por ela; por exemplo, comprar algum bem não preferido, só por não conseguir dizer “não” ao vendedor, levar um produto danificado, ao invés de simplesmente pedir que seja trocado ou devolvido; fazer coisas das quais não considera correta, que não esteja com vontade de fazer ou que gostaria que fosse diferente, ou ainda, a pessoa não é capaz de pedir para que outros a respeitem, mesmo quando estão ou serão prejudicados e por ai vai. 

Dizemos então que essas pessoas apresentam dificuldade em serem assertivas. E o que é assertividade? É a habilidade da pessoa expressar seus sentimentos, pensamentos e crenças, afirmar seus interesses e zelar pelos seus direitos de maneira direta, clara e adequada ao contexto sem violar os direitos alheios. Ou seja, o comportamento assertivo é aquele que possibilita àpessoa se auto expressar, ser capaz de agir em seus próprios interesses, conseguir se colocar adequadamente, expressar sentimentos sinceros sem constrangimento, exercitar seus próprios direitos sem negar os dos outros.

Mas o que leva algumas pessoas a não conseguirem se expressar? Os motivos são os mais variados, mas o que pode levar as pessoas a não terem comportamento assertivo é o medo de magoar os outros, de ser rejeitado, criticado, não agradar e até mesmo de ficarem sozinhos ao negar algo para alguém. Isso depende da forma como a pessoa interpreta os fatos e de como o conjunto de crenças operam sobre ela. Se ela acredita que precisa fazer tudo o que o outro quer para agradá-lo e dessa forma o terá sempre ao seu lado, é dessa forma que ela irá agir, passará por cima dos seus interesses, deixará sentimentos sinceros de lado e muitas vezes negará seus direitos.

Por fim, ser assertivo é dizer “não” quando se quer negar algo e dizer “sim” quando se deseja alguma coisa. Quando as pessoas agem coerentemente com aquilo que pensam e é de seu desejo, sentem menos ansiedade e aumentam sua autoestima. Porém, vale lembrar que convivem conosco o comportamento assertivo (habilidade de expressar interesses, sentimentos e pensamentos, mantendo seus direitos e o dos outros), o não assertivo ou passivo (desconsiderar os próprios direitos, negar próprios sentimentos, opiniões e pensamentos, ressaltando somente o do outro) e o comportamento agressivo (enaltecer seus próprios direitos, interesses, pensamentos e sentimentos, negando o dos outros e até mesmo agredindo o outro).

Ficou com alguma dúvida?
Deixe sua pergunta que respondo já para você: